sexta-feira, 6 de maio de 2011

Tudo sobre visagismo!


Harmonia e luz, peças fundamentais à beleza em todas as suas formas, observe uma flor, sua geometria, textura, degrades de cores, peças que num todo formam um quebra-cabeça mágico.
Como é na natureza também se faz presente conosco, somos uma mistura de possibilidades, cabelos, tons de pele, traços étnicos, geometria e formas em abundância.
Mas o que tudo isso tem haver com o título do texto? Tudo eu lhe respondo, pois o conceito visagismo, provem da palavra francesa visage, quer dizer face.
Dentro dos estudos da estética, artes visuais, consultoria em imagem, o visagismo originou-se como um provedor de novas técnicas capazes de ajustar a imagem pessoal, de acordo com o perfil, personalidade e funcionalidade de cada ser em simbiose com seu meio profissional e social.
O conceito surgiu no início do século XX, atendendo a uma demanda de personalização da imagem, na Europa dos anos 30, como reflexo do pensamento vigente, que buscava diferenciação da elite dominante, seu idealista Fernand Aubry, não registrou suas técnicas, porém transmitiu por meio da vivência todo o conceito, aos seus discípulos.




Alguns anos mais tarde, o cabeleireiro Vidal Sassoon, influenciado pelas ideias revolucionárias de Aubry, popularizou a individualização da imagem, já no final do mesmo século, surgiram vários cursos na Europa, alguns acreditam que de forma deturpada, pois não fora dado o enfoque no comportamento pessoal, somente nas temáticas, harmonia da pele, formato de rosto, sem o direcionamento às questões mais intimistas, que eram a base do conceito criado por Fernand.
Atualmente encontramos cursos sequenciais de Visagismo, onde dentre as suas diversas disciplinas podemos encontrar, morfologia humana, construção de imagem, química, cosmetologia e fisiologia humana; sendo identificado portanto, a expansão da técnica e seu aprofundamento em diversas áreas correlacionadas.
Para o profissional de beleza, surge mais uma ferramenta de conhecimento, para os clientes, a possibilidade de lapidar o que há de mais intrínseco em nós, nossa personalidade, como somos realmente, com o auxílio de recursos tecnológicos, podemos portanto administrar nossa imagem pessoal com mais afinco.

3 comentários:

Carlos Victor (Comentário Crítico) disse...

Gostei do seu blog, achei ele muito interessante, estou seguindo, segue o meu :

http://comentariocriticoo.blogspot.com

Andre Gouvea disse...

Vai um sushizinho sim!!!

Parabéns pelo blog
Estou seguindo...
Segue o meu...
eissoaicampeao.blogspot.com

intwoone disse...

Muito LEGAL seu blog e estamos seguindos. Conheça o In Two, One! Um blog que faz um Mix de tudo em um só. Se curtir nos segui também!

http://intwo-one.blogspot.com/